Dicas de como fazer um jardim sustentável cheio de estilo

Poucas coisas são tão sofisticadas quanto uma pessoa consciente, acredite! E jardins costumam ser daqueles aspectos do lar que inspiram a todos, indiferente do gosto para outras tendências decorativas. Mais do que isso, cuidar de um jardim é terapêutico e dá aquela sensação de conexão com o lar, com a natureza e de produtividade.
Mas nós sabemos que nem sempre é fácil cultivar um, e por isso viemos, neste post, falar um pouco sobre uma alternativa muito interessante: o jardim sustentável; temos certeza de que você vai se inspirar!

Os princípios do jardim sustentável

Na contemporaneidade, quase tudo é feito para durar pouco e ser substituído. Já estamos cansados de saber dessa condição da produção. Mas nos tempos mais recentes, o preço cobrado por isso tem sido cada vez maior e difícil de negar. E o que cada pessoa faz a respeito dessa condição compartilhada pela humanidade diz muito sobre seu nível de maturidade.
Acredite: até os artigos de jardim, que parecem ser os recantos verdes em nossos quintais, também geram uma quantidade enorme de poluição; seja através dos químicos para que certas flores nasçam em épocas diferentes, do plástico nos vasos e decorações e tantos outros itens que temos no jardim.
O jardim sustentável é uma opção sensacional não apenas por diminuir o consumo e a poluição ao reaproveitar peças, mas também porque diminui em muito o trabalho que você vai dispensar cuidando de seu jardim, e pode ter diversas funcionalidades, também!

Como fazer um jardim sustentável

O princípio da sustentabilidade envolve os “3 Rs”: Reduzir, Reciclar, Reaproveitar. Esse é o lema que deve guiar a criação do seu jardim sustentável. A ideia central de como criar um jardim sustentável é a de causar o menor impacto possível, e isso pode ser feito de diferentes maneiras:

Reutilize artigos do dia a dia

Sabe quando você vê aqueles artigos antigos abandonados, engalfinhados por plantas e pensa “a natureza encontra um caminho”? Não existe um charme e uma reflexão profunda nesse tipo de decoração? Você pode trazer esse princípio para seu ambiente como um símbolo dessa filosofia de vida, tanto pela perseverança quanto pela consciência ecológica.
Móveis antigos, como carcaças de guarda-roupas e cômodas, calotas de carro, caixotes de frutas e eletrodomésticos como televisores rendem obras dramáticas e profundas, e lâmpadas de bulbo grandes e garrafas PET rendem ótimas bases para plantas menores, e também facilitam estruturas verticais para irrigação, por exemplo.

Aposte em peças rústicas

Além de reutilizar artigos do dia a dia, você também pode utilizar decorações de baixo impacto, que são mais naturais, como madeiras, papel e plástico reciclado. Esses materiais compõem a maior parte das peças de decoração rústicas genuínas, que também costumam custar menos.

Use plantas da estação

Ao invés de usar plantas que precisam de muitos insumos artificiais e são, elas mesmas, produto de cruzamentos transgênicos, você pode observar e pesquisar pelas plantas naturais da região, originárias da estação em que quer plantá-las.
Vai ser bem fácil achar essas plantas, já que nascem e sobrevivem fácil em convívio com as demais plantas. Você pode levar um pouco de cada e organizar elas de uma maneira que fiquem de fácil manutenção, mas cuidado com aquelas que parecem naturais do ambiente, mas são pragas.
Como estão no clima e no tipo de solo favorável, suas plantas vão exigir muito menos cuidado. E você também pode tanto fazer sua manutenção com composições naturais quanto nutrí-las com restos de cascas de frutas, de ovos e água reutilizada.

Decore com outros artigos sustentáveis

Um dos principais charmes do jardim bem estruturado é um bom projeto luminotécnico. Hoje em dia, a iluminação é uma das pautas que mais têm entrado no tema da sustentabilidade: é possível favorecer a iluminação natural durante o dia com arranjos criativos e, à noite, utilizar arandelas e tartarugas com baixíssimo consumo de energia ou mesmo aquelas que são alimentadas por fontes sustentáveis, como energia solar. São maneiras de economizar energia sem sacrifícios e ainda fortalecer o conceito que você busca criar.
Temos certeza que, depois dessas dicas de como fazer um jardim sustentável, você vai se inspirar e transformar aquele espaço da sua casa que andava negligenciado em um ambiente cheio de vida e valores. E aqui, no blog da Decor Lumen, você vai encontrar diversas ideias criativas para decorá-lo do seu jeito!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.