Como integrar cozinha com sala de jantar? Veja o guia!

 

Atualmente, algumas construtoras do país têm feito casas e apartamentos com cômodos compactos, oferecendo assim melhor custo-benefício, aumentando a oportunidade de mais pessoas conseguirem adquirir sua primeira moradia.

Juntamente com isso, a solução das cozinhas gourmet integradas com as salas vem se tornando cada vez mais atrativa. Esse é um estilo que favorece a distribuição do espaço e a otimização da rotina da casa.

Além disso, para quem realmente precisa de um espaço funcional, as salas divididas em duas também estão em alta. Dessa forma, se a ideia de continuidade das integrações de ambiente te encanta, mas você não sabe por onde começar a aplicá-la, continue a leitura e acompanhe comigo algumas dicas valiosas para montar lindos cômodos integrados na sua casa!

 

7 opções de elementos para integração

Assim como todo projeto decorativo, as cozinhas gourmet integradas exigem planejamento, e atenção aos detalhes. Afinal, é essencial que tudo corra bem durante a rotina, e a utilização dos acessórios e móveis da forma que eles foram posicionados.

Ao integrar os ambientes é preciso estabelecer harmonia entre eles, conciliando forma e função, especialmente sabendo que haverão duas funções diferentes, praticamente, no mesmo local. E apesar de não existirem paredes que separam esses ambientes, é importante usar delimitações que definam o espaço dedicado a cada um deles. Para isso, você pode utilizar:

  1. Ilhas;
  2. Bancadas;
  3. Revestimentos diversos;
  4. Pisos;
  5. Marcenaria;
  6. Móveis;
  7. Cores e texturas.

Para isso, os móveis planejados serão um dos seus grandes aliados, uma vez que são desenvolvidos exatamente na medida que você precisa para decorar e integrar determinado espaço.

 

4 dicas para ter uma cozinha com ilha

Muito falada em blogs sobre temas relacionados com a arquitetura atual, as cozinhas com ilha são os elementos de integração mais utilizados nas obras. Favorecendo a proximidade com os familiares e convidados na hora de cozinhar, elas são compostas por uma bancada e uma ilha no centro, podendo ser o modelo em U, em L e a mais conhecida, a linear, favorecendo a interação.

Nesse local é possível instalar aparelhos como cooktop e a cuba, organizar utensílios e itens decorativos, como taças, coqueteleiras, e copos, ou ainda, utilizar o espaço para realizar as refeições, ou servir de buffet de apoio. Afinal, até uma bancada livre na cozinha é sempre bem-vinda.

 

1. Garanta harmonia entre as cores dos dois espaços

As cores possuem um potencial decorativo muito grande e podem ser usadas na hora de delimitar espaços em um ambiente integrado. Por isso, devem ser escolhidas com muito cuidado.

Para espaços pequenos, o mais indicado é investir nas cores mais claras e neutras, uma boa iluminação, e se possível a inserção de espelhos no ambiente. Isso além de utilizar o mesmo material em ambos, evitando grandes contrastes, e a sobrecarga de itens decorativos. Tudo isso contribui para a sensação de que o espaço é maior, e estabelece continuidade entre os ambientes.

No caso de ambientes mais amplos existe maior liberdade para trabalhar diferentes tonalidades, materiais e objetos decorativos, porém leve sempre em consideração a harmonia, já que a cozinha gourmet estará sempre conectada com a sala.

 

Imagem de cozinha com sala de jantar integrada

 

2. Escolha o estilo decorativo que seja sua cara

integrar a cozinha e sala é necessário que esses ambientes conversem entre si, mas não que sejam necessariamente idênticos. Nesse ponto, vale lembrar que ao conectar ambientes é necessário que eles tenham uma mesma linguagem, sem necessariamente ser igual.

Quando for definir o estilo de decoração utilizado na sala, seja ela uma decoração minimalista, moderna ou clássica, lembre-se de transferir esse mesmo conceito para a cozinha. É preciso sempre conectar uma coisa com a outra para estabelecer uma decoração harmônica e fugir daquela aparência bagunçada que alguns lugares com muitas cores e itens decorativos diferentes podem causar.

 

Imagem de cozinha e sala de jantar integradas

 

3. Faça a setorização da iluminação

Um ponto que merece atenção extra em todo esse processo é a iluminação dos ambientes. A luz evidencia volumes, texturas e cores, além das questões técnicas há o aspecto sensitivo. Para garantir uma boa iluminação tanto na cozinha quanto na sala, setorizar a iluminação dos ambientes é uma ótima ideia. Assim será possível planejar e posicionar os pontos de luz por setor, considerando a necessidade de cada uma delas.

Nesse caso, lembre-se sempre de evidenciar a área de trabalho da cozinha, proporcionando uma luz homogênea, favorecendo o preparo dos alimentos. Esse tipo de cuidado ao aplicar a iluminação na decoração é o que vai garantir a iluminação ideal para a função das duas áreas.

 

Iluminação em cozinha integrada

 

4. Invista em objetos decorativos

Para organizar melhor o espaço, trazer mais funcionalidade, e contribuir para o resultado da decoração dos espaços, a escolha dos objetos decorativos é sempre muito importante. E no caso das cozinhas integradas não seria diferente.

Nesse contexto, é importante que os objetos nos dois espaços estejam relacionados, e, considerando as cores e o revestimento, é bom utilizar conceitos de composição.

Além disso, a integração cria a possibilidade de utilizar objetos decorativos de forma funcional. Com isso você pode usar itens da cozinha em uma bancada próxima na sala e vice-versa.

 

Objetos decorativos em cozinha e sala de jantar integradas

 

Cozinha gourmet integrada com a sala: o que prevalece?

Contudo, os ambientes integrados e sem divisórias são um grande sucesso na arquitetura atual, e colaboram com o espaço, trazendo a sensação de amplitude, e construindo um ambiente com cozinha gourmet e sala integradas, com dicas sobre o que você deve considerar antes de escolher os itens da decoração, e ideias sobre o que funciona melhor em cada área.

Além da grande vantagem de economizar e aproveitar melhor o espaço, esse estilo de ambiente é ideal para as confraternizações de família, pois aproxima todos na hora de cozinhar, até mesmo os que não estão dentro da cozinha. Existe também a possibilidade de articular essa integração com enormes portas que possam ser recolhidas quando se deseja integração total ou fechadas quando se deseja privacidade e formalidade no ambiente de estar, dando maior flexibilidade de uso.

Se você gosta do estilo e da funcionalidade desse tipo de ambiente, aproveite para conferir nosso post com inspirações de cozinha americana, um estilo de cozinha que também oferece funcionalidade e economia de espaço, porém se distingue visualmente do estilo integrado.

Decor Lumen

Desde 1995, a Decor Lumen tem sido referência em iluminação e decoração, proporcionando uma jornada única ao transformar sonhos em realidade com projetos que refletem cuidado e expertise.

Trabalhamos com produtos de alto padrão e enviamos para todo o Brasil. Além disso compartilhamos conhecimento valiosos com conteúdos assinados por profissionais renomados em arquitetura e design de interiores.

Ao longo de mais de 25 anos, nos consolidamos como uma fonte confiável e experiente.

Confie na Decor Lumen para guiar suas escolhas e transformar seus espaços, tornando cada ambiente especial e apaixonante.

3 comentários em “Como integrar cozinha com sala de jantar? Veja o guia!”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.