Conheça a iluminação retrô e saiba como usar em casa!

Seja para repaginar o visual de um cômodo ou montar um projeto de iluminação totalmente novo, a escolha das lâmpadas certas basicamente define o estilo que você deseja. Se você admira a rusticidade, mas ainda não sabe do que se trata a iluminação retrô, esse post pode te ajudar!

Antes de conferir os tipos, saiba que a cada dia que passa, o estilo de iluminação que remete aos tempos mais antigos vem conquistando mais pessoas. Então, se você pensa que ainda não conhece o conceito, pode ser que reconheça algumas peças como abajures e pendentes.

Inspirados nos primeiro modelos de lâmpadas, que eram utilizados entre as décadas de 20, 60 e 80, esses designs antigos carregam nostalgia e elegância. Agora sim, saiba mais sobre o assunto e os principais tipos de luminárias.

O que é lâmpada retrô?

Tendência do momento, a lâmpada retrô, ou lâmpada de filamento de carbono, é basicamente um resgate do primeiro modelo de lâmpada que conhecemos – sim, aquele desenvolvido por Thomas Edison.

Esse modelo vintage foi resgatado em função do efeito decorativo retrô pelos filamentos de carbono no seu interior. Como fios cruzados, os filamentos proporcionam o aspecto rústico quando acesos, incluindo os modelos de diferentes tamanhos e formatos, sempre com um acabamento mais arredondado ou oval.

Além disso, as lâmpadas geralmente contam com um banho bronze no vidro, que em conjunto com a iluminação amarelada, trazem uma sensação muito aconchegante aos ambientes! Por conta da beleza presente nesse estilo, elas muitas vezes dispensam o uso de luminárias, garantindo por conta própria um afeito incrível no cômodo.

O que é uma luminária retrô?

Inspiradas em peças e móveis antigos, e conceitos que se assemelham aos da decoração industrial, a luminária retrô é um item com características marcantes das décadas passadas, que dá suporte às lâmpadas trazendo um efeito intenso, elegante e confortável para os espaços.

Qual a potência das luzes retrô?

As lâmpadas retrô amarelas possuem um alcance de luminosidade um pouco mais limitado que as convencionais de LED. Por isso, em espaços onde podem ser necessários uma iluminação mais potente, costumam paralelamente ser instaladas lâmpadas LED em pontos estratégicos. Assim, ao realizar alguma atividade naquele ambiente, você decide se deseja o efeito de uma ou das duas luminárias.

Além disso, hoje existem modelos com estilo vintage que são inspiradas nos modelos de filamento de carbono, porém, são feitas em LED. Basta decidir se você prioriza seguir o estilo no nível mais rústico da decoração, ou concorda em adaptá-lo pela funcionalidade.

Que tipo de iluminação usar?

Ao considerar os tipos de lâmpadas, luminárias e abajures retrô, como também planejar onde encaixá-los na decoração de cada ambiente, é preciso ter em mente todos os tipos que podem ser utilizados.

Por isso, na sequência elencaremos todos as formas de instalação que podem ser exploradas, e mais algumas dicas valiosas que vão te ajudar a usar as lâmpadas ao seu favor!

Luzes de teto

A instalação de teto é a forma mais usual, e em muitos casos, eficiente de utilizar as lâmpadas retrô. Você pode utilizá-las tanto livres em pendentes de um único fio, quanto com adornos de luminárias que remetem aos móveis da época passada.

Quanto aos espaços, os ornamentos podem ser utilizados em basicamente qualquer um que você deseja despertar um efeito mais aconchegante e agradável aos olhos. Podem ser dispostas várias lâmpadas em cima de uma bancada, ou de forma individual iluminando toda a dimensão do cômodo.

Lâmpadas retrô na parede

Resgatando um modo de iluminação mais utilizado e bem sucedido no passado, as luminárias de parede também fazem muito sucesso. Ideal para quem busca uma alternativa que, além de tudo, seja diferenciada. O destaque desses modelos é que eles podem ser usados tanto em áreas externas, quanto internas!

Luzes retrô no chão

Quando falamos de iluminação no chão, estamos falando de luminárias móveis! Assim como os abajures, as luminárias retro de chão são ligadas na tomada e proporcionam a vantagem de deslocamento simples!

Sofisticadas, essas peças acrescentam um toque especial em escritórios, quartos, salas de estar ou ainda áreas externas. Seu uso é mais frequente nos interiores, mas vale a pena testar o seu potencial também em ambientes externos e dedicados ao descanso a fim de causar um efeito de iluminação minimalista.

Iluminação vintage de mesa

Assim como o abajur, uma luminária de mesa retrô pode ser o toque especial que faltava para tornar seu cantinho de leitura, de estudos ou de descanso, ainda mais confortável e aconchegante. Ela também pode ser utilizada em mesas de canto na sala de estar e onde mais lhe soar pertinente.

Esse é o tipo de detalhe que chama a atenção aos olhos e complementa os ambientes. Por isso, invista em modelos diferenciados, feitos em materiais metálicos ou com vasões para um resultado ainda mais diferenciado.

Agora que você compreende do que se trata a iluminação retrô, escolha os tipos de suporte que você vai utilizar na sua casa e mãos à obra! Você ainda pode complementar essa leitura conferindo mais algumas ideias no nosso post que elenca 5 dicas de iluminação residencial!

Gostou do conteúdo? Para ver mais dicas de iluminação de ambientes, decoração para o seu lar, e inspirações para projetos continue acompanhando as postagens do blog!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.