Iluminação de restaurante: dicas para estabelecimento alimentício

Qual é o aspecto que mais te agrada em seu restaurante favorito? Talvez você responda que é a comida, a decoração, o som ambiente ou a iluminação do restaurante. No entanto, normalmente é o conjunto de todos esses fatores atuando juntos que ganham nosso coração.

Isso porque os estabelecimentos alimentícios são muito mais do que locais que vendem refeições, são ambientes que promovem experiências únicas aos clientes, desde a porta de entrada até o encerramento da conta.

Por isso, se você vai projetar ou arquitetar um ambiente no ramo alimentício, confira algumas dicas técnicas e inspiracionais que farão toda a diferença no resultado final. Boa leitura!

O poder de uma boa iluminação no restaurante!

Antes de conhecer as dicas e inspirações, que tal falar um pouco mais sobre o poder de uma boa iluminação no restaurante?

É fundamental entender que a iluminação não tem apenas o papel de iluminar, ou seja, deixar o ambiente claro. Este tipo de planejamento envolve a capacidade de promover sensações às pessoas, pois os restaurantes são frequentados com esse intuito, seja para um jantar romântico, fechar um bom negócio ou passar bons momentos com os amigos, por exemplo.

Portanto, fica claro entender que o restaurante e demais ambientes gastronômicos precisam ser convidativos para que as pessoas sintam-se muito bem e tenham sensações diferentes daquelas que sentem todos os dias na própria casa. Agora, vamos para as dicas!

1 – Encontre o equilíbrio

Encontrar o equilíbrio na iluminação é essencial. Isso porque quando nos esforçamos para enxergar em ambientes muito claros ou escuros, as pupilas tentam se ajustar a essa luz de uma forma que o esforço resulta em grande desconforto e até mesmo dores de cabeça.

Um dos principais erros é usar apenas um feixe de luz forte sobre a parte da mesa que são dispostos os pratos e talheres. Afinal, essa pequena parte iluminada se contrasta com outra parte escura. Ou seja, o ambiente fica desconfortável quando a pessoa tenta mudar o olhar de um ponto para outro.

iluminacao restaurante

Esta inspiração acima é um exemplo de como o restaurante tem a iluminação bem distribuída. Além disso, os focos de luz em cima da mesa com as luminárias pendentes são uma maneira inteligente de trazer mais aconchego, pois o próprio ambiente já tem uma iluminação capaz de evitar pontos escuros sobre a mesa.

2 – Escolha as cores certas

Tente se lembrar de pelo menos dois restaurantes com conceitos diferentes que você visitou ou deseja visitar. Cada um deles tem uma proposta, certo? Um restaurante elegante provavelmente tem cores quentes, já um fast food conta com uma iluminação mais enérgica.

Por isso, ao escolher as cores para iluminar o restaurante, é preciso levar em consideração o conceito do local e as sensações que você deseja transmitir. No caso das lâmpadas LED, por serem mais econômicas, são as preferidas dos donos de bares e restaurantes. No entanto, dependendo da proposta do local, essa luz não trará nenhum conforto.

Além disso, se no caso de uma lâmpada falhar e o proprietário tiver que trocá-la, talvez não encontre uma lâmpada com a mesma reprodução de luz e isso pode ocasionar que essa parte seja mais ou menos brilhante dos locais ao redor.

Isso porque a tecnologia das lâmpadas LED está em constante expansão no mercado, e, às vezes, o tipo de lâmpada escolhida em todo o ambiente pode não se encontrar mais à venda.

varios tipos de iluminacao

Neste restaurante foi escolhido o uso de arandelas com cores quentes nas paredes para evidenciar pontos estratégicos; ao aproveitar a iluminação natural durante o dia, as arandelas servem como decoração, já durante a noite, são capazes de trazer as sensações de conforto e aconchego.

3 – Invista em mais de um circuito de iluminação

Geralmente os donos de restaurantes preferem instalar um único circuito de iluminação, isso porque são mais baratos e demandam pouca mão de obra. No entanto, instalar um circuito elétrico duplo promove vários benefícios.

Ao ter um segundo circuito elétrico, o proprietário pode controlar a carga com interruptores diferentes, fornecendo muito mais versatilidade do que ele conseguiria com apenas um. Além disso, ao ter dois circuitos, é possível criar diferentes iluminações tanto para o dia, quanto para a noite, promovendo experiências ainda mais ricas.

lampadas de led na decoracao

No caso deste restaurante rústico, existem diversos pontos estratégicos de iluminação. No caso, se houver um segundo circuito de iluminação, o proprietário tem total autonomia para escolher quais pontos ele deseja iluminar durante o dia. Os embutidos, por sua vez, são luminárias que combinam muito bem com esse tipo de proposta.

4 – Use as tendências ao seu favor

Os profissionais das áreas de Arquitetura e Design estão sempre acompanhando as novidades e tendências do ramo. No entanto, às vezes não é possível implementar cada uma delas em todos os projetos.

Isso porque nem sempre é possível acompanhar todas as tendência no ambiente, então ao invés de usá-las em espaços que são mais caros de reformar, como as paredes e balcões, use objetos decorativos como almofadas e enfeites em lugares estratégicos do restaurante.

Neste restaurante foi escolhido uma iluminação que agrada aos olhos e ainda contam com objetos de decoração que trazem ainda mais estilo e conforto, que é o caso das almofadas sobre os bancos.

5 – Garanta a autonomia do seu cliente

Ao projetar ou decorar o espaço gastronômico do seu cliente, é importante levar em consideração os fatores externos que influenciarão o projeto, como a luz natural, a iluminação proveniente da cozinha e as luzes do lado de fora.

Escolher tintas foscas para usar nas paredes da cozinha, reposicionar as luzes localizadas no lado de fora do ambiente e até sugerir o uso de persianas são ideias que podem funcionar em seu espaço.

Neste caso, o restaurante conta com persianas que são capazes de diminuir a frequência da luz externa. Dessa forma, se houver eventos mais intimistas que pedem por uma iluminação reservada, o cliente tem total liberdade para mudar o ambiente. Além disso, ele pode compor as mesas com porta velas, são muito aconchegantes, não é?

Com todas essas dicas, fica fácil projetar no restaurante e em outros espaços gastronômicos uma iluminação muito mais interessante e moderna sem deixar de lado o conforto e bem-estar dos clientes.

Gostou deste post? Deixe um comentário aqui embaixo com a sua opinião ou pergunta, nós da Decor Lumen adoraríamos saber! Além disso, compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude outras pessoas!

Até mais!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.