Dicas práticas de como limpar lustre de cristal e outros materiais

Lustres são artigos cheios de bom gosto, que têm um papel de centralidade em qualquer decoração, e por isso é tão importante saber como limpar lustre de cristal e outros materiais para manter o charme e brilho desta peça tão única.

hora de limpar o lustre

Quando é hora de limpar meu lustre?

Isso depende muito do tipo de lustre, da sua estrutura e composição, mas, especialmente, do tipo de ambiente em que está instalado. Se o lustre está instalado na sala de estar e o ambiente costuma acumular muita poeira, vale a pena ter uma certa regularidade e até aplicar algum componente que ajude a manter sua limpeza.

Quando você sente que o acúmulo de poeira é alto, uma limpeza simples a cada dois ou três meses pode fazer muita diferença no brilho dos cristais e também na longevidade do seu lustre. Agora, se o ambiente é um hall ou é menos frequentado, de duas a três vezes ao ano, fazer uma limpeza mais intensa será o suficiente.

Peças de teto, especialmente em ambientes com o pé direito mais baixo, têm uma tendência muito grande no acúmulo de poeira, e ela afeta o brilho dos cristais e vai tirando o aspecto deslumbrante que é da natureza do lustre.

Como limpar meu lustre de maneira adequada?

quando é hora de limpar o lustre

Isso varia para cada tipo de material, mas, no geral, podemos dizer que nada substitui o uso de um pano bem macio, água e detergente neutro. A estrutura do lustre geralmente é bastante delicada e exige um contato cuidadoso.

Existem equipes que prestam serviço especializado de limpeza de lustres, desinstalam e fazem uma limpeza individual de cada componente, e esse tipo de limpeza é recomendado especialmente para lustres antigos e fragilizados, mas você mesmo pode cuidar de sua manutenção sem precisar ter o trabalho de desmontar tudo.

Quer saber como? Confira o guia que o blog Decor Lumen preparou:

1 – Preparando o ambiente para a limpeza

Se o lustre estiver bem empoeirado e mais opaco, a limpeza pode ser mais pesada, então deixe um pano estendido sob o lustre para conter todo o grosso da poeira.

O mais importante para manusear qualquer objeto eletrificado, especialmente quando envolve o uso de água, é desligá-lo da energia. Jamais manuseie seu lustre com a energia ligada.

dicas para limpeza do lustre

2 – Cuidando das lâmpadas

Remova todas as lâmpadas do lustre e separe-as para limpar individualmente. Coloque um papel toalha, isolando as partes metálicas do soquete para que nenhum componente entre em contato com elas e não cause nenhum curto no religamento.

Use um pano bem macio para limpar as lâmpadas e só as manuseie se já estiverem frias. Não use água na limpeza, apenas remova a poeira com um toque leve.

3 -Limpando os cristais

Um dos grandes dilemas nessas horas é como limpar lustre de cristal, já que os cristais são peças sensíveis. O mais importante é não usar nenhum componente abrasivo.

Nada melhor do que água e detergente neutro. Se você acabou de comprar seu lustre, especialmente se for importado e ficou em trânsito por muitos ambientes, na maresia etc, é importante fazer uma boa higienização antes de instalar para remover as partes esbranquiçadas que deixam o brilho opaco.

O vinagre é um ótimo desinfetante e tem boa reação na hora de remover esses tipos de manchas. Você pode criar uma pequena solução com água, detergente neutro e vinagre, lavar uma vez, secar e manter os cristais emergidos por mais alguns minutos uma segunda vez. Vai ser fácil perceber que recuperaram seu efeito prismático.

materiais de limpeza

4 – Limpando peças de vidro

Muitas vezes, braços e pingentes podem ser feitos em vidro, e apesar de exigir menos cuidados específicos, o vidro precisa ser muito bem seco para não ficar com um aspecto manchado.

É importante manusear lustres com peças de vidro cuidadosamente para que não não tenham choques, especialmente modelos mais difíceis de limpar, como aqueles com pingentes suspensos e espiralados.

5 – Limpando partes de acrílico

Cristais de acrílico são os mais populares, especialmente os modelos Asfour e K9, que recebem complementos de carbono para replicar os efeitos tradicionais.

Apesar da boa resistência química, os acrílicos são muito sensíveis à abrasão e à ação de alguns tipos de solventes. Riscos podem começar a acumular poeira e apresentar escurecimento nos desgastes. Nesses casos, é importante preparar um banho de água, detergente neutro e vinagre, com 2 partes de vinagre para cada parte de detergente e 7 de água para cada parte de vinagre.

6 – Limpando partes de metal

As partes de metal podem ser limpadas com mais força, mas sempre com um pano de microfibra bem macio, evitando abrasivos mesmo nestas partes. O vinagre também tem um bom efeito para conter a oxidação e é indicado caso seu lustre tenha sinais de envelhecimento

Por ser mais fácil de limpar, e pelo fato de o metal ser especialmente sensível ao acúmulo de poeira, que gera oxidação antecipada, vale a pena limpar os braços de metal do lustre com uma frequência um pouco maior do que dos outros componentes.

limpeza de lustre

Dicas de manutenção extras para seu lustre

  • A recomendação pelo pano macio e manuseio suave não são à toa: por se tratar de peças iluminadas, fica fácil perceber riscos na superfície, e esses desgastes também acumulam poeira com mais facilidade.
  • Troque regularmente as lâmpadas do lustre quando derem algum sinal de que irão queimar, assim você evita causar qualquer dano ao soquete do lustre, o que acabaria dando bem mais trabalho para ser substituído.
  • Lustres clássicos geralmente têm peças removíveis, como os bobeches e cúpulas. Limpá-las bem garante ainda mais brilho no ambiente.
  • Alguns lustres têm muitas peças e regiões difíceis de atingir. Você pode contar com latas de ar comprimido para remover de maneira prática e segura a poeira acumulada na superfície e pode usá-lo para finalizar a secagem, também.
  • Existem componentes para limpar vidro, polir cristais e afins, e sua aplicação é sempre recomendada para oferecer uma camada extra de proteção e também para aumentar seu brilho, mas evite exageros. Cada composição tem uma certa regularidade de aplicação de acordo com as sugestões do fabricante.
  • Sempre que for fazer a manutenção da limpeza do lustre, observe se a canopla está firme e se não há nenhum fio descascado.
  • Se tiver um lustre antigo e ficar inseguro de manusear, solicite um serviço especializado e aproveite para aprender mais sobre como cuidar do seu modelo específico, especialmente para aprender como limpar lustres de cristal com materiais diferenciados que exijam cuidados específicos.

Conhecendo mais sobre seu lustre você aprende a fazer sua manutenção de maneira prática e sem preocupações, mantendo sempre o seu aspecto e sofisticação. Aqui no blog da Decor Lumen você encontra diversos conteúdos especiais sobre iluminação e decoração em geral, nos siga também nas redes sociais para receber mais atualizações!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.