Lâmpada Par20 X Dicroica: uma é melhor que a outra? Veja!

Mais do que apenas a função de clarear um ambiente, hoje os itens de iluminação têm outras funcionalidades: melhoram a estética do cômodo e garantem mais conforto. Dessa forma, é fundamental conhecer os tipos de lâmpadas existentes no mercado e suas vantagens, como as PAR20 e as Dicroicas.

Esses modelos de lâmpadas são bastante utilizados atualmente. Isso porque sua superfície refletora transmite focos de luz que distribuem o brilho de maneira uniforme e equilibrada.

Sendo assim, se você está em dúvida entre qual lâmpada escolher para valorizar a decoração de seus ambientes, continue a leitura e confira todas as diferenças para escolher entre as lâmpadas PAR20 e dicroica. Vamos lá!

Diferenças entre as lâmpadas PAR20 e DICROICA

A principal diferença entre a PAR20 e a dicroica é o tamanho das lâmpadas. A primeira necessita de uma estrutura maior. Enquanto a segunda utiliza luminárias mais delicadas.

De forma geral, para compreender as divergências entre as duas, basta associar as PAR20 como as mais adequadas para formar um ambiente cénico e obtendo luz mais focada. Por outro lado, as dicroicas servem como iluminação aberta e também cénica. Saiba mais detalhes de cada uma nos próximos tópicos.

Imagem em destaque das lâmpadas PAR20 e Dicroica

Lâmpada de LED PAR20

A lâmpada PAR – que vem do inglês Parabolic Aluminized Reflector – possui diferentes designações, as quais são PAR20, PAR30 e PAR38. Essas nomenclaturas referem-se à dimensão, modelo e ao fluxo luminoso de cada lâmpada, ou seja, quanto maior o diâmetro maior será a quantidade de lúmens e por consequência sua potência.

Especificamente, a PAR20 é perfeita para emitir um efeito mais sofisticado a qualquer espaço podendo ser usada em diferentes composições, como centros de ambientes, pé direito favorecido e áreas de circulação.

Imagem de um ambiente decorado com lâmpada de LED PAR20

Lâmpada LED Dicroica (MR16)

Esse modelo de lâmpada é bastante utilizada em aplicações pontuais e decorativas, não sendo a principal fonte de iluminação do ambiente devido a sua grande economia, versatilidade e durabilidade. Possuem versatilidade, durabilidade e garantem o baixo consumo. Sua potência varia entre 4 e 7W. Não aquece o ambiente, não possui metais pesados e não emitem raios UV ou infravermelhos.

Este modelo de lâmpada dispõe de uma base (soquete) GU10. Possui uma temperatura de cor que varia entre 2700K (luz quente) a 6500K (luz fria) e uma vida útil de até 25.000 horas. Alguns modelos permitem dimerização e equivalência de uma dicroica halógena de 50W.

Em função de toda versatilidade e economia os modelos de LED, podem ser adicionados em diferentes ambientes da sua casa oferecendo uma iluminação leve e harmônica.

Esses tipos de luminárias, por emitirem menos calor, possuem vida útil maior, sendo de uso prolongado em comparação aos outros modelos convencionais. Diante de toda essa adaptabilidade, esse modelo pode conter cores em tons amarelados (que geram um efeito mais aconchegante) e brancas (que emite luzes mais potentes, ideais para espaços como cozinha e escritório).

Imagem de ambiente decorado com lâmpada LED Dicroica

Lâmpada LED Mini Dicroica (MR11)

A lâmpada LED mini dicroica, conta com um facho de luz bastante focalizado. A lâmpada é bastante utilizada para dar destaque a objetos menores. A lâmpada é ideal para ambientes que exigem maior delicadeza, como quartos e salas, principalmente se sua temperatura de cor for amarela, transmitindo uma sensação de aconchego e tranquilidade.

Imagem de quarto de casal decorado com lâmpada LED Mini Dicroica (MR11)

Como decidir o tipo de lâmpada ideal para cada ambiente?

O tipo de lâmpada ideal depende da necessidade do seu espaço, ou seja, para escolher o modelo certo, deve ser levado em consideração o destaque que você deseja obter em cada cômodo. Para não errar na escolha, é necessário relacionar o ângulo do facho de luz com o ponto a ser evidenciado.

Sendo assim, para ambientes que exigem uma iluminação com aspecto natural, o ideal é utilizar a MR16, que oferecem um efeito marcante e de muito destaque. São bastante usadas para dar evidência a obras de arte ou quadros na parede.

Já as lâmpadas PAR20, são excelentes, podendo ser adicionadas em praticamente todos os ambientes, principalmente em cozinhas, roupeiros, closets e até em lavanderias. Em outras palavras, são aplicadas em espaços que precisam de uma intensidade maior de iluminação.

Intensidade x delicadeza

Diante de todas essas informações, é possível compreender que para as pessoas que buscam opções mais intensas, os modelos PAR20 são as melhores opções. Já se a busca for por focos de luz mais delicados, a melhor solução está entre as lâmpadas MR11 e MR16.

Agora que você já conhece a diferença entre as duas opções, basta decidir qual é o efeito que deseja adicionar no ambiente basta escolher as melhores lâmpadas LED e garantir uma iluminação de qualidade para o seu lar! Com isso, você conseguirá:

  • Ter ambientes mais harmônicos;
  • Garantir mais conforto aos moradores;
  • Usufruir de espaços mais confortáveis.

Então, se este conteúdo te ajudou, conte aqui para nós qual foi sua escolha de lâmpada e qual finalidade ela teve? Esperamos que tenhamos te ajudado.

Aproveite e conheça também 5 dicas de iluminação residencial, com um passo a passo completo capaz de te ajudar a definir o projeto de iluminação mais adequado para sua casa.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.