Luz quente, neutra e fria: saiba qual escolher!

Luz quente, luz fria e neutra: qual a diferença e quando usar?

Durante a criação de um projeto de iluminação, é comum surgir a dúvida de qual lâmpada usar e, com ela, ainda surge uma certa confusão sobre as cores e as temperaturas da luz. Afinal, a luz amarela é sempre quente? Tem a opção fria? De forma resumida, a resposta para essa questão é: as lâmpadas quentes são mais próximas do amarelo e as frias se aproximam da luz branca ou azul.

Agora, como saber exatamente essa diferença? Como saber onde usar cada uma delas? Fique tranquilo! Tudo o que você precisa saber sobre luz quente e luz fria está aqui, continue a leitura abaixo:

Qual a diferença de luz quente, luz fria e neutra?

A diferença entre a luz quente, fria e neutra está na temperatura da cor, que é referida pela quantidade de graus. Pode parecer complicado, mas na verdade é bem simples, acontece que a temperatura das lâmpadas é medida em escala Kelvin. Dessa forma, quanto maior o grau, mais próxima da cor azul e fria ela é.

Imagem de spots de luz

Para ficar mais claro, a luz fria é aquela mais branca ou azulada – possui cor com maior temperatura – , a quente é mais amarelada – possui cor com menor temperatura – e a neutra é a que mais se aproxima da luz natural.

É importante lembrar que essa diferença não interfere na quantidade de energia que será gasta – nesses casos, é devido ao modelo da lâmpada. Logo abaixo, estaremos em mais detalhes sobre cada uma, então venha conferir conosco. Depois, aproveite para dar uma olhada no nosso post sobre a melhor luz para dormir!

O que é luz fria?

A luz fria é aquela com maior quantidade de graus Kelvin, normalmente na média de 6.500K, trazendo uma iluminação branca e quase azulada. Elas são muito usadas quando o local pede por mais excitação, atenção e foco, porque despertam o olhar das pessoas por meio da claridade, também são usadas para destacar pontos da decoração e passar um ar bem mais moderno e até mesmo tecnológico.

É importante lembrar também que a luz branca fria tem muito mais intensidade (ou, vamos dizer, claridade) do que as outras e por isso é muito usada quando precisamos de uma boa visibilidade para a leitura ou para o foco em alguma atividade, mas é sempre bom ter cuidado, porque o excesso pode causar desconforto.

Imagem de uma lâmpada de luz fria

Confira também: guia sobre como iluminar home office

O que é luz quente?

A luz quente é aquela com menor quantidade de graus Kelvin, normalmente na média de 2.700K, trazendo uma iluminação puxada para o amarelo. Elas são usadas quando a intenção é proporcionar conforto, relaxamento, aconchego e paz, às vezes até para deixar a decoração mais sofisticada e dependendo da intensidade pode até mesmo causar sonolência.

Imagem de uma lâmpada de luz quente

O que é luz neutra?

A luz neutra fica mais no meio-termo, trazendo uma iluminação não tão branca e nem tão amarelada, mais semelhante à naturalidade que temos contato no dia a dia, normalmente na média de 3.000K à 5.000K. É muito usada quando se busca evitar tanto os efeitos de foco ou de conforto, já que é a luz mais adequada para os olhos humanos.

Até aqui, você entendeu as principais características das três opções, agora a gente vai detalhar quando e onde usar a luz quente, luz fria e neutra!

Imagem de uma lâmpada de luz neutra

Quando usar luz quente e luz fria?

Antes de qualquer coisa, é essencial lembrar que aqui nós trazemos apenas dicas, então não são regras. Por isso, quando for escolher, leve em consideração contratar um profissional qualificado para fazer o projeto luminotécnico. Além disso, é muito comum que se faça a combinação dos diferentes tipos de lâmpada, para conseguir criar um ambiente mais maleável e confortável para diferentes tarefas. Vamos nessa?

Onde usar a luz fria?

Como a luz fria é adequada para proporcionar foco, atenção e agitação, ela é muito usada em ambientes de trabalho ou de realização de atividades, mas é importante evitar tratando de um espaço de alta permanência, afinal, essa iluminação pode ser muito cansativa para os olhos. Então os locais recomendados são:

Imagem de uma cozinha com lâmpadas de luz fria

  • Cozinha;
  • Escritórios (luminárias de mesa, principalmente);
  • Áreas de serviço;
  • Banheiros;
  • Sala de reuniões;
  • Espaços para gravação de vídeos.

Confira também: o que usar para iluminação de apartamento alugado?

Onde usar a luz quente?

Já a luz quente, por trazer bastante conforto e relaxamento, também se trata de uma iluminação que não incomoda os olhos e permite que as pessoas consigam passar muito mais tempo à vontade. Mas é importante tomar cuidado com as opções com baixos graus Kelvin, porque podem causar bastante sonolência. Os locais mais adequados para usar a luz quente são:

Imagem de um quarto iluminado com lâmpadas de luz quente

  • Quartos (especialmente ao lado da cama);
  • Ambientes de socialização, como salas e sacadas;
  • Sala de televisão;
  • Sala de jantar;
  • Locais voltados ao lazer (área de banheira ou de rede, por exemplo).

Onde usar a luz neutra?

A luz neutra pode ser usada tanto em ambientes internos quanto externos e são ótimas para locais de grande permanência, justamente por serem um meio-termo entre a luz quente e luz fria, ela possibilita que as pessoas sigam focadas sem cansarem o olhar e sem sentir sonolência. Exemplos de locais muito usados:

Imagem de uma sala de estar com lâmpadas de luz neutra

  • Cômodos grandes, como iluminação geral;
  • Iluminação de base para escritório (normalmente combinadas com uma luz fria);
  • Iluminação de base em salas de reunião;
  • Muito comum em ambientes residenciais, combinadas com luz quente e luz fria.

O que achou de nosso conteúdo sobre a luz quente, luz fria e neutra? Esperamos que com isso, você consiga escolher a melhor iluminação para sua casa, negócio ou projeto. Confira também as 10 inspirações de iluminação de sala para você! Até a próxima!

2 comentários em “Luz quente, neutra e fria: saiba qual escolher!”

  1. É de grande valia e conhecimento. Assim temos um ponto de partida para começar por conta própria principalmente para mim que sou leiga no assunto.Não são todos os dias que temos dicas valiosas como essas.Obrigada por compartilhar , ajudar aprimorar as ideias e esclarecer as dúvidas que são constantes.
    Parabéns pela explicação ficou linda e direta.Grata

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.